SINDSIFCE realiza Assembleias em Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Reitoria, campus Fortaleza, Colégio Militar de Fortaleza e Escola de Aprendizes da Marinha

103
Assembleia em Tabuleiro do Norte

Para encerrar o ciclo de Assembleias Locais, após mais de dois meses na estrada, a comitiva do SINDSIFCE esteve em Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Reitoria, campus Fortaleza e, ainda, em Assembleia com os civis servidores do Colégio Militar de Fortaleza e da Escola de Aprendizes da Marinha.

As Assembleias aconteceram nos dias 01 e 02 de abril, durante todo dia.

Em Limoeiro do Norte, a Assembleia teve expressiva presença, mesmo sendo realizada em uma segunda-feira pela manhã. Após a apresentação dos dirigentes, os servidores pontuaram diversos questionamentos, principalmente em relação a uma possível greve e a instrução normativa 54/49.

Ao final, docentes e taes expressaram interesse em participar da Assembleia de deflagração da greve que ocorrerá no próximo dia 05/04, organizando a logística para isso.

Seguindo viagem, os dirigentes chegaram em Tabuleiro do Norte para debater sobre as propostas que estão na mesa de negociação com o governo federal. Muitos servidores sinalizaram a necessidade de realização de concursos públicos, especialmente para os técnicos em educação e a necessidade de revogação da suspensão dos concursos de comunicação e de libras.

Outra questão importante, também tratada durante o encontro, diz respeito a questão dos novos campi, anunciados recentemente pelo presidente Lula, afinal “não existe campi sem servidores.”

Em Fortaleza, uma Assembleia bastante participativa, contou com a presença de servidores e estudantes, debatendo as pautas relevantes para as carreiras e questionando como seria a dinâmica de funcionamento dos campi, em caso de greve.

Em comum, os campi Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte e Fortaleza, se manifestaram positivamente sobre uma possível greve.

No auditório da Reitoria, servidores lotaram o auditório e discutiram, primordialmente, a proposta da bancada sindical (FASUBRA e SINASEFE) para o governo; dúvidas especificas da categoria, foram elucidadas pelos dirigentes sindicais, como, por exemplo: como seria a nova tabela e seus níveis, os mecanismos de aceleração e capacitação para taes.

À noite, foi a vez do Colégio Militar de Fortaleza e a Escola de Aprendizes da Marinha, única Assembleia realizada remotamente.

Os servidores civis demonstraram apoio a construção da luta, mas pela especificidade de suas atuações, uma adesão a uma possível greve ainda não está consolidada. O SINDSIFCE informará o Colégio Militar de Fortaleza e a Escola de Aprendizes da Marinha, caso a greve seja aprovada, por meio de ofício.

No entanto, os servidores demonstraram interesse em participar das atividades de greve, caso assim seja deliberado, sensibilizando os gestores para liberação das atividades com esse intuito.

Em todas as Assembleias, o SINDSIFCE colocou à disposição, logística para traslado e alimentação dos servidores para Assembleia do dia 05/04.

Conheça os Representantes de campi

Limoeiro do Norte
Jânia Maria Augusta da Silva
Sergiano de Lima Araújo

Tabuleiro do Norte
Hugo Alisson Alves da Costa

Reitoria

Sem representação

Fortaleza

Bárbara Luana Sousa Marques
João César Abreu de Oliveira Filho
Eugênia Tavares Martins

Colégio Militar de Fortaleza e Escola de Aprendizes da Marinha

CMF – Lissa Mara Saraiva Fontenele

EAM – Maria Helena Mendonça Sampaio

TRADUÇÃO EM LIBRAS:

Confira as imagens das Assembleias!

Limoeiro do Norte

Tabuleiro do Norte

Reitoria

Fortaleza