É GREVE! Servidores e Servidoras do IFCE deflagram greve a partir do dia 9/6

A Assembleia Geral Ordinária do SINDSIFCE, realizada na tarde de hoje (03/06), aprovou a Greve dos Servidores e Servidoras do IFCE.

Com a decisão, o Ceará passa a fortalecer a greve nacional deliberada pelo SINASEFE.

A decisão da Assembleia é resultado de uma construção da consciência coletiva em torno das pautas importantes da luta pela recomposição salarial e contra o desmonte da Educação.

Em Assembleia realizada no dia 10/05, os servidores e servidoras deliberaram por estado de greve, fortalecendo o Comitê de Mobilização Permanente do SINDSIFCE com a entrada de novos companheiros e companheiras.

Na Assembleia de hoje, realizada em formato híbrido (na sede do SINTUFCE e pelo Google Meet), a categoria aprovou, por maioria, a greve a partir do dia 9 de junho – data prevista para atos em todo o país em defesa da Educação.

Além da reposição salarial, a greve amplia seus pleitos, em decorrência dos cortes na Educação (mais de R$ 3 bilhões) e da PEC 206 que prevê a cobrança de mensalidades nas Instituições Públicas de Ensino Superior.

Cabe reforçar que os servidores técnico-administrativos estão há quase 8 anos com salários congelados; os docentes amargam 5 anos sem reajuste.

A Assembleia é soberana e a deliberação vale para todos os trabalhadores e trabalhadoras do IFCE.

Com a deliberação, o Comando de Greve foi instaurado. A partir de agora, os direcionamentos serão informados para todo o conjunto de servidores.

Na próxima terça-feira, 07/06, haverá reunião do Sinasefe e representantes do Comando Nacional de Greve com a Secretaria Executiva do MEC.

O SINDSIFCE reforça a necessidade de união e coesão na luta! Vamos lá! É GREVE porque é GRAVE!