NOTA DE REPÚDIO – Contra o PL 4.188/2021 – Defendemos a impenhorabilidade do imóvel de uma família

 

A Câmara dos Deputados deu aval, nesta quarta-feira (1º), para que bancos e instituições financeiras possam penhorar o único imóvel de uma família para quitar dívidas.

Em um país em que 78% da população está endividada, o Governo Bolsonaro, em seu pacote de maldades, avança contra o patrimônio dos brasileiros, facilitando a capacidade dos bancos de realizar a penhora do imóvel principal da família para resolver inadimplências.

Com isso, amplia-se o poder de grandes instituições financeiras.

Mas, como bem sabemos, o Governo Bolsonaro atua para enriquecer cada dia – e sempre mais – empresários, banqueiros e lobistas; a meta é aumentar o patrimônio de quem já tem muito dinheiro e deixar na sarjeta quem só tem uma única casa para morar!

A matéria é um absurdo sem precedentes. Uma crueldade!

Com o congelamento salarial, é possível que muitos servidores públicos (a maioria, em situação de endividamento) venham a ter seu imóvel penhorado.

Essa situação é grave e já nos alerta para dimensão da luta que estamos enfrentando.

Defendemos a impenhorabilidade do imóvel de uma família!

É um bem essencial. As consequências dessa aprovação serão nefastas e implicarão no aumento da desigualdade no país.

O projeto de lei 4.188/2021 segue para apreciação do Senado. O SINDSIFCE vai lutar para que o texto seja derrubado!