Ação – Coparticipação Auxílio Creche

211

Objeto: restituição dos valores cobrados durante a percepção do benefício auxílio-creche.

A Lei n. 8.069/90 garante aos servidores o pagamento integral do “auxílio pré-escola”.

O Decreto do Poder Executivo n. 977/93 foi feito com o suposto objetivo de regulamentar como se daria, na prática, a assistência pré-escolar aos servidores públicos federais.

Como norma de natureza infralegal e feita unilateralmente pelo Poder Executivo, esta não poderia criar obrigações não estabelecidas na lei, que ocorreu no caso concreto.

O citado Decreto criou o dever do próprio servidor participar do custeio do auxílio-creche, algo que em nenhum momento restou consignado na lei que deveria ser objeto de regulamentação (e não de sobreposição).

Patente a ilicitude do Decreto n. 977 no que tange à imposição de pagamento de “coparticipação” para percepção do auxílio pré-escola, restando a obrigação da União à restituição de todos os valores cobrados nos últimos 5 (cinco) anos.

Documentação necessária:

– Fichas financeiras de todo o período em que percebeu o auxílio pré-escola;

– RG, CPF e comprovante de endereço atualizado em seu próprio nome;

– Caso não tenha comprovante de endereço em nome próprio, preencher e assinar a declaração abaixo anexada (não é necessário reconhecimento de firma em cartório) e enviar comprovante de endereço em nome de quem coabita;

– Cópias dos últimos 3 (três) contracheques;

– Procuração, declaração de hipossuficiência e contrato de honorários preenchidos e assinados; ver abaixo.

Todas as terças-feiras (das 8h às 12h), somente presencial e todas as quintas-feiras (das 14h às 18h), somente virtual. 

Compareça à sede do Sindicato, localizado à Rua Aratuba, Nº 1ª, Benfica, Fortaleza OU agende seu atendimento de forma online! Clique aqui para marcar!