SINDSIFCE realiza Assembleias em Itapipoca, Umirim, Canindé, Sobral, Tianguá e Ubajara para debater campanha salarial 2024 e reestruturação das carreiras

67
Servidores durante Assembleia em Canindé

Seguindo com a agenda de Assembleias Locais, a comitiva do SINDSIFCE chegou aos campi Itapipoca, Umirim, Canindé, Sobral, Tianguá e Ubajara, nos dias 20, 21 e 22/03.

A pauta principal, além dos informes, foi a campanha salarial, assuntos locais e a escolha de representantes de campi.

Ao todo, 138 servidores participaram dos encontros.

Em Itapipoca, mesmo com a negativa da Direção do campus em disponibilizar os recursos de audiovisual, como caixa de som, microfone e projetor – único campus a realizar essa negativa -, a Assembleia aconteceu com ampla participação da categoria, em um debate profícuo sobre os rumos da negociação. Em Itapipoca, o SINDSIFCE realizou sua maior ação de filiação, desde o início das Assembleias; foram 5 no total.

Já no campus Umirim, em uma iniciativa extremamente positiva da Direção do campus, um reajuste nos horários, em comum acordo com os servidores, garantiu que todos estivessem presentes a Assembleia, durante uma hora, sem intervalo, o que permitiu participação expressiva, rendendo excelentes discussões.

Em Canindé, outra equipe de dirigentes sindicais realizou a Assembleia Local. Servidores questionaram acerca das carreiras que entrarão em greve – se será só docentes, só taes ou ambas -, e sobre a possibilidade de corte de ponto, em referência a IN 54/49. Na ocasião, foi explicado que cada IF tem autonomia para decidir se haverá – ou não – corte de ponto e que é de responsabilidade de cada campus a organização de calendário para reposição de aulas, em um cenário de greve.

Em Sobral, o SINDSIFCE realizou a Assembleia em formato híbrido, registrando excelente participação, notadamente dos taes, gerando muitas perguntas e ponderações importantes sobre a carreira, em específico, com ênfase na precarização, desvalorização e invisibilidade.

Sobre a construção da greve, a categoria indagou sobre a IN 54/49, questões relativas ao estágio probatório e segurança jurídica para adesão ao movimento grevista, além de outros temas. Ao final, os dirigentes sindicais constataram que já existe uma articulação entre os servidores desse campus com os servidores da Universidade Federal do Ceará, em greve desde o dia 15/03.

EM TEMPO Os servidores do campus Sobral devem participar da Assembleia que acontecerá no dia 5 de abril, às 19h, em formato presencial, na quadra de esportes do IFCE Campus Fortaleza, que tratará de uma possível deflagração de greve, em ônibus alugado pela entidade sindical.

Em Tianguá, os servidores presentes trataram de um tema importante, diante do atual cenário: a unidade da categoria, considerando que docentes e taes, juntos, são grandes forças para luta dentro do movimento sindical. Os dirigentes do SINDSIFCE, ao exporem a apresentação, com dados, os servidores ficaram impressionados com a diferença salarial dos taes da rede federal de ensino para taes de outras áreas; em exemplo apresentado, foi possível constatar que taes recebem piso de menos de dois salários mínimos, no nível médio e menos de três salários mínimos e meio, no nível superior.

EM TEMPO – O diretor de ensino e o diretor-geral do campus recepcionaram os dirigentes sindicais, em uma demonstração de respeito a luta dos servidores.

Concluindo a agenda, Ubajara foi o último campus visitado. Mesmo com muitos servidores em PGD, a presença dos servidores foi expressiva, notadamente de docentes. Para os servidores em PGD, aqueles que estavam presencialmente, repassavam os informes em tempo real, via aplicativos de mensagens, o que demonstrou interesse da categoria em conhecer os temas debatidos.

Mais uma vez, a defasagem salarial foi assunto preponderante durante os debates. Houve, ainda, questionamento se existe convergência de demandas, no caso dos docentes, em relação à proposta apresentada ao governo. Os dirigentes sindicais do SINDSIFCE informaram que foi divulgado uma nota com pautas unificadas (SINASEFE e ANDES), mas não um documento oficial, a ser enviado ao governo.

Em todas as Assembleias, o SINDSIFCE colocou à disposição, logística para traslado e alimentação dos servidores para Assembleia do dia 05/04.

Conheça os Representantes de campi

  • Itapipoca
  • Larissa de Freitas Gonçalves
  • Lais Costa Rocha
    Umirim
  • Rozana Rodrigues Lemos
  • Dogival Alencar da Silva
    Canindé
  • Jose Nasareno Moreira Araujo
    Sobral
  • Cicero Lima de Almeida
  • Francisco Vagner Custodio Liberato
    Tianguá
  • Ronaldo Ribeiro da Costa
  • Sabrina Kelly Nogueira Falcao Soares
    Ubajara
  • Frederico de Oliveira Toscano

TRADUÇÃO EM LIBRAS:

Confira as imagens das Assembleias!

Itapipoca

Umirim

Canindé

Sobral

Tianguá 

Ubajara