Seminário final aborda a expansão e evasão dos IF’s e a mercantilização da Educação no Brasil a partir da participação de fundações; assista a íntegra das aulas!

16

O Curso de Formação Sindical, realizado pelo SINDSIFCE, teve sua última aula no último sábado, dia 28/10, em formato presencial, na sede da ADUFC.

Clique aqui e acesse as fotos do evento!

Para debater dois temas proeminentes no cotidianos de docentes e técnicos administrativos, a expansão e evasão dos Institutos Federais e o processo de privatização dos Institutos, com a “utilização” de Fundações, o SINDSIFCE recebeu o professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSul), Manoel Porto e o diretor do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute), John Weyne.

O Sindicato dos Servidores do IFCE disponibiliza a íntegra dos debates a seguir! Assista e compartilhe!

Clique aqui para assistir todas as aulas do Curso!

Sobre o Curso

Dividido em 4 módulos, totalizando uma carga horária de 40h, o curso foi realizado nos dias 04, 11, 18, 25, sempre às quartas-feiras, a partir das 19h30min, em formato totalmente online, pelas ferramentas Classroom e Meet (1 encontro síncrono semanal), do Google.

Foram 100 inscritos! O recorde de inscrições confirma a urgência deste tipo de formação e o interesse de servidores de todo país, estudiosos e pesquisadores, nos debates que imapctam a vida de milhares de profissionais em educação.

Além dos servidores do IFCE, registramos a inscrição de docentes e técnicos-administrativos de diversos estados, garantindo a diversidade da formação: Santa Catarina, Minas Gerais, Rondônia, Pernambuco, São Paulo, Pará, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Acre, Rio Grande do Sul, Bahia, Brasília, Rio Grande do Norte, Piauí e Espiríto Santo, estarão representados na formação.

Para a Secretária de Política Sindical do SINDSIFCE, Karla Gomes, a adesão “ao nosso chamado, atesta a necessidade do debate. O Sindicato cumpre seu papel, de forma exemplar. Estamos reunindo as principais mentes da atualidade, seja na esfera acadêmica, seja na esfera polítca, seja na esfera sindical, para colocarmos na mesa, os desafios e as alternativas para a educação pública no âmbito federal. Além disso, a diversidade dos nossos cursistas garante a amplitude do debate. Estamos muito felizes e certos de que essa formação será um divisor de águas para nossas carreiras e para o nosso sindicato.”

TRADUÇÃO EM LIBRAS: