Retomada das Assembleias Locais aproximam servidores da entidade sindical e fomentam os debates acerca da campanha salarial; saiba como foi em Paracuru, Pecém, Tauá, Mombaça e Acopiara

80
Assembleia no Campus Tauá, 04/03

Dando continuidade a rodada de Assembleias Locais, o SINDSIFCE esteve, nos últimos dias 4 e 5, em Paracuru, Pecém, Tauá, Mombaça e Acopiara; até o momento, 13 campi já receberam Assembleias da entidade sindical.

Não aceitar zero de reajuste em 2024, reivindicar os índices de 34% para Técnicos-Administrativos e 22% para docentes, garantir isonomia de direitos para servidores ativos e aposentados e a restruturação das carreiras, foram as deliberações centrais das Assembleias Locais. Para embasar os debates, os dirigentes sindicais apresentam estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) sobre uma projeção de recomposição para o funcionalismo público federal, além de outros dados compilados pelo SINASEFE.

A oferta do Palácio do Planalto, de reajuste zero em 2024 e apenas 4,5% para o ano de 2025 e 4,5% para o ano de 2026, causou indignação em todas as Assembleias, principalmente nos Técnicos-Administrativos, que por terem a pior remuneração do executivo federal, têm comparecido em grande número.

EM TEMPO – O reajuste salarial tem sido discutido no âmbito das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais que compõem o Fonasefe.

No entanto, essas Assembleias têm ainda mais importância, por serem espaços em que os servidores podem pautar as demandas locais, específicas da dinâmica do dia a dia daquele campus, reportando dificuldades, abusos, ilegalidades e anseios.

Para Raquel Nepomuceno, Diretora do SINDSIFCE, essas Assembleias “nos colocam ainda mais próximos dos nossos colegas, nos levando a compreender, em detalhes, tudo o que muitas vezes recebemos em nossos canais de comunicação, email. Essa é a missão do Sindicato, por isso estamos aqui, em Paracuru e Pecém, no dia de hoje”.

Assembleia no Campus Pecém, 04/03

No campus Pecém, as principais reivindicações tratam da urgência em resolver a questão do deslocamento/traslado, visto que o campus tem difícil acesso e não há número suficiente de ônibus; defasagem de 50% no número de servidores TAES para bom funcionamento (atualmente são 13; seria necessário 26); problemas estruturais e administrativos, como falta de água para os servidores beberem e falta de livros na biblioteca.

Ao final, Victor Lopes Diniz foi escolhido por seus pares para ser o representante de campus.

Nos campi Paracuru, Tauá e Acopiara, o principal debate ficou em torno da possibilidade de greve e a análise da conjuntura de adesão dos campi, caso realmente a greve seja deflagrada, principalmente no que trata do corte de ponto (a IN54 ainda não foi revogada).

Assembleia no Campus Acopiara, 05/03

Os servidores de Tauá e Acopiara, encaminharam como estratégia de pressão, a abordagem de parlamentares, buscando sensibilizar para a causa.

Em Tauá, Claudenira Cavalcante Melo, Jobson Vital Costa e Marinaldo de Almeida Cunha são os novos representantes de campus. Em Acopiara, Matias Romário Pinheiro dos Santos e Emanuelle de Souza Barbosa foram escolhidos para representar a maioria.

Assembleia no Campus Mombaça, 05/03

No campus Mombaça, os servidores indicaram que um problema proeminente é a falta de TAES; são apenas 3 servidores e pediram ao Sindicato para levar a questão para a Gestão do IFCE.

Em Mombaça, o mais novo representante de campus é Rubens Cainan Saboia Monteiro.

 

EM TEMPO – Foi a primeira vez que o sindicato esteve em Acopiara e Mombaça, realizando Assembleias.

“O que vimos nestas Assembleias é que todos concordam que não se pode bancar o déficit zero do governo a partir da corrosão dos nossos salários! A mobilização continua, estamos na luta para mudar esse cenário, por isso, estamos aqui”, disse Cezar Amario, dirigente sindical.

Assembleia no Campus Paracuru, 04/03

Ao todo, as Assembleias dos dias 4 e 5 reuniram quase 100 servidores.

Também foi solicitado que os servidores participem da Assembleia que pautará a construção da greve e a escolha de representantes para a Plena do Sinasefe, que ocorrerá no dia 07/03, às 18h30, em formato virtual.

Em breve, nova agenda de Assembleias será divulgada.

 

 

Confira as imagens das Assembleias!

Paracuru

Pecém

Tauá

Mombaça

Acopiara

TRADUÇÃO EM LIBRAS: