NOTA DE REPÚDIO – SINDSIFCE repudia os atos de constrangimento e intimidação contra o professor Vinícius Vanir Venturini, cometidos pelo Colégio Militar de Fortaleza (CMF)

387

O Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do Colégio Militar de Fortaleza (CMF) e da Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará (EAMCE) repudia os sequenciados atos de constrangimento e intimidação contra o professor Vinícius Vanir Venturini, cometidos pelo Colégio Militar de Fortaleza (CMF).

O professor tem sofrido diversas perseguições e retaliações, com acusações que já se mostraram infundadas, ocasionando em processos que comprovaram sua inocência.

Submetido a condutas arbitrárias, como, por exemplo, inquirição comandada por militares – o que não se aplica para servidor civil -, desconhecendo os processos administrativos que permitam sua defesa e penalizado antecipadamente, o professor tem demonstrado adoecimento físico e mental.

A tentativa de amedrontamento do servidor, praticado pelo corpo diretivo da instituição, é uma prática horrenda, que nos provoca a mais alta solidariedade e empatia.

Todo apoio ao nosso servidor filiado. Que as arbitrariedades dos processos que vem enfrentando sejam encerradas e que ele possa retomar seu exercício profissional de forma plena.

TRADUÇÃO EM LIBRAS: