SEXTOU NA GREVE debate carreira TAE

53

No último dia 10/05, o Comando Geral de Greve do SINDSIFCE, em parceria com a ADUFC e SINTUFCE, realizou a segunda edição do “SEXTOU NA GREVE”.

Para debater a Carreira TAE, a organização do evento convidou Cláudia Lóssio (Fasubra), Lídia Farias (Sindsifce) e Leewertton Marreiro (CNS Sinasefe).

Em solidariedade às vítimas da tragédia climática no Rio Grande do Sul, itens de higiene como creme dental, escova de dente, fraldas (infantil e geriátrica), absorventes, lenços umedecidos, além de doação via pix, foram recebidos durante o encontro, que aconteceu na Tenda da Educação, montada no jardim da Reitoria da UFC.

O número de participantes chegou a 600, entre docentes e TAEs, presentes fisicamente ou online, via transmissão no Youtube do SINDSIFCE. Clique aqui e assista!

Os debatedores discutiram a falta de remuneração equânime para os servidores públicos, destacando a diferença salarial entre os níveis C e D da carreira TAE, além de ressaltarem que esses servidores são os que têm a pior remuneração de todo o serviço público brasileiro.

Durante o debate, foi evidenciado, ainda, que o governo nega uma correlação justa e uma reparação histórica para esses servidores.

Leewertton Marreiro lembrou que o grande movimento em defesa da valorização dos TAES, o TAES NA LUTA, começou aqui no Ceará. “Estou muito feliz em estar aqui, pois foi aqui que tudo começou, com grandes militantes que idealizaram tudo isso, nos permitindo fazer a luta em favor da nossa carreira”, destacou. “Então, vamos lá! O que nós temos hoje, por parte do governo, é uma piada. Construímos uma proposta para nossa carreira, a muitas mãos, mas eles ofereceram o menor índice de reajuste para todas as categorias”, disse.

Cláudia Lóssio, da FASUBRA, destacou que a greve é “puxada” pelos TAES e que, ainda assim, foi a proposta mais rebaixada. “Nós vimos categoria recebendo mais de 100% de recomposição; vimos categoria com recomposição de 60%; a nossa foi a mais rebaixada. Isso é um grande desrespeito! Eles marcaram a mesa do docente e a nossa não!”, disse.

Lídia Farias, da Diretoria do SINDSIFCE, mediou o encontro e, ao final, agradeceu a presença de todos. “Vamos nos filiar ao Sindicato. O SINDSIFCE cresceu com mais 100 novas filiações, desde fevereiro. Para manter a luta, precisamos nos filiar. A luta tem um custo!”, destacou. “Vamos cobrar do governo, vamos ser firmes! A luta continua!”, disse.

Após o debate, o momento cultural foi realizado na Feira Negra, na Praça da Gentilândia.

O “SEXTOU NA GREVE” é uma iniciativa do SINDSIFCE, ADUFC e SINTUFCE.

Confira algumas fotos do evento!