Servidores do IFCE realizam Ato pelo Dia Nacional de Luta pela Educação Federal nesta segunda (3) em Fortaleza

59

A reunião do Comando Unificado de Greve deliberou a convocação de docentes e técnico-administrativos (TAEs) para as ruas na próxima segunda-feira (3), em ato pelo Dia Nacional de Luta pela Educação Federal. A manifestação acontece a partir das 9h, com concentração e acolhida de caravanas na Reitoria da UFC, no Benfica, e caminhada em direção à Praça do Ferreira às 14h.

A decisão foi resultado de reunião do Comando Unificado de Greve, ocorrida na tarde desta quarta-feira (29), que contou com a presença de representantes da ADUFC e de dirigentes do SINTUFCe e do SINDSIFCE.

A greve docente federal continua, após a assinatura de um acordo entre o governo federal e a Proifes, entidade sem legalidade nem legitimidade, em local secreto, na segunda-feira (27). Para cobrar a reabertura das negociações com as entidades representativas da categoria docente, os Comandos Nacionais de Greve do ANDES-SN, do Sinasefe e da Fasubra realizarão um Dia Nacional de Luta da Educação Federal em 3 de junho.

Na mesma data, está prevista a realização de uma reunião com o Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), para discutir a reabertura de negociações sobre as contrapropostas das entidades. Depois de um duro enfrentamento junto ao MGI, no dia 27, o ANDES-SN e o Sinasefe conseguiram arrancar o compromisso de uma nova reunião.

Além de cobrar a retomada do diálogo com o governo federal, a manifestação também reivindicará a recomposição orçamentária das Instituições Federais de Ensino e pelo “revogaço” das medidas do governo de Jair Bolsonaro, que atacam docentes, técnicas, técnicos e a Educação Federal.

Mobilização
O Dia Nacional de Luta da Educação Federal terá manifestação em Brasília (DF) e nos estados, nas instituições de ensino, em articulação com o movimento estudantil, movimentos sociais e demais categorias que apoiam a defesa da Educação Pública.

A orientação dos comandos de greve é intensificar, desde já, a mobilização nas redes sociais, comentando todas as postagens do governo e suas figuras públicas – em especial Lula, Janja, Camilo Santana, Esther Dweck, Fernando Haddad, Simone Tebet – com as seguintes palavras-de-ordem em mídias como Facebook, Instagram e Twitter/X: #grevecontinua; #educaçãofederalemgreve; #Lulanegociajá; #LulanegociacomSINASEFE. No dia 3 de junho, a partir das 13h, ocupar as já citadas redes sociais com as mesmas palavras-de-ordem.

Na capital federal (DF), os CNGs realizarão, às 10 horas, uma coletiva de imprensa na sede do ANDES-SN sobre a continuidade da greve da educação federal. A partir das 14 horas, horário previsto para a reunião com o governo, as e os docentes, técnicos e técnicas realizarão ato em frente ao MGI, com uma superlive transmitida nas redes sociais das entidades.

Liminar suspende acordo assinado com Proifes
A 3ª Vara da Justiça Federal de Sergipe suspendeu o acordo firmado entre o governo federal e a Proifes. A decisão do juiz Edmilson da Silva Pimenta é desta quarta-feira (29).

O magistrado afirma que “quanto ao requisito do perigo na demora, este resta presente pela possibilidade do PROIFES-Federação firmar eventual acordo com o Governo Federal, em relação à reestruturação da carreira e aos direitos pleiteados pelo movimento paredista dos docentes que não são representados pela referida entidade, os quais sofrerão prejuízos em relação aos seus interesses e à busca pelos direitos reivindicados durante a greve, na medida em que o movimento poderá ser finalizado sem que tenham sido atendidos em suas demandas que ensejaram a deflagração da reportada greve”.

“Pelo exposto, DEFIRO a tutela de urgência requestada, para determinar que a União Federal se abstenha de firmar eventuais acordos com o PROIFES Federação, durante a Mesa de Negociação que trata acerca da reestruturação da carreira docente e sobre a deflagração da greve da categoria dos professores”, diz. Confira aqui a decisão.