Carta de intenções Chapa “Tempo de Luta” – SINDSIFCE

112

Carta de intenções Chapa “Tempo de Luta” – SINDSIFCE

A sociedade vem passando, nos últimos tempos, por uma crise política, econômica e social, repercutindo em várias esferas da sociabilidade. No âmbito do trabalho, tanto na esfera pública quanto na privada, essa crise se reflete de várias maneiras: perda salarial, sobretudo aos servidores públicos brasileiros. Nos últimos anos, não foi garantido nem a reposição da inflação; demissão em massa; aumento dos casos de assédio moral; precarização das condições de trabalho; dificuldade de organização da base. Os servidores públicos, particularmente, são ameaçados constantemente pelo atual governo com uma Reforma Administrativa que retira vários direitos dos servidores  – PEC 32/2020. Por isso, é fundamental a organização e a luta para resistirmos aos ataques que os servidores vêm sofrendo e, fundamentalmente, apontarmos para a luta em defesa dos nossos direitos e no avanço de melhores condições de trabalho e salário.  

Com isso, entendemos que a  principal função de um Sindicato é defender os trabalhadores a ele vinculados e seus direitos diante das mais variadas situações macro e micropolíticas que vivenciamos. Considerando a pluralidade do grupo de servidores abrangidos pelo SINDISIFCE, que atualmente representa 20 campi do IFCE e a Reitoria, em toda a sua diversidade, é necessário pensar uma atuação sindical que de fato se dedique a contemplar essa realidade.

Nesse sentido, apresentamos o grupo que se propõe a fazer essa representação no biênio 2023-2025, a Chapa Tempo de Luta. Nossa chapa é composta por servidores Técnicos Administrativos e Docentes de variados campi da capital e do interior, com histórico de participação política em diversos espaços e interessados em contribuir para a modificação das condições que dificultam o exercício de nossas atividades em sua melhor qualidade e diminuem a qualidade de vida dos servidores.

Convidamos você, servidora e servidor do IFCE, a analisar nossas propostas e intenções para uma representação sindical forte, concreta e unificada.

Entendemos que um sindicato é tão maior e mais forte quanto mais perto está de sua base, pois a representação só pode ser feita de maneira adequada quando estamos a par da realidade de nossos filiados. Assim, uma de nossas primeiras propostas é a interiorização do SINDSIFCE com agenda permanente de visitas. Através da elaboração de um calendário semestral de visitas aos campi para levantamento de demandas e participação do escritório jurídico para orientação de nossos filiados e especial atenção aos casos de assédios que possam existir nos campi. A ideia é retirar novos representantes de campi naqueles em que essa representação ainda não está estabelecida, reforçar o vínculo com as representações já existentes e realizar semestralmente os encontros com as representações de campi. Todas essas medidas têm como objetivo principal manter o diálogo constante com os campi, para que a representação sindical seja realizada da maneira mais real aos diferentes contextos que nossos filiados vivenciam.

Na nossa concepção, a formação sindical é também essencial para que possamos nos compreender coletivamente e estar atentos às nossas possibilidades de intervenção e mudança. Tendo em vista esses princípios, é nosso interesse manter uma formação permanente em temas relativos ao trabalho do servidor do IFCE e à atuação sindical, com um Curso formativo permanente em Ciência Política e Política Sindical. Nossa ideia é manter a formação, a informação e a comunicação permanente junto à base, de forma que possa ser trazido diretamente à base o que está em pauta na discussão sindical.

Quanto à informação e comunicação, é nossa intenção também reforçar os canais de comunicação já existentes (mídias sociais e sites), além de investir em outras formas de comunicação que contribuam para a apropriação das discussões por parte dos filiados, como a produção de um podcast para a atualização periódica das notícias relativas ao funcionalismo público e especialmente à realidade dos servidores da educação.

Conforme decidido em Assembleia da categoria, nos comprometemos em reativar a Comissão de Compra da Sede do SINDISIFCE. Conforme já decidido em assembleias anteriores, é fundamental a avaliação das condições reais de compra de uma sede para o nosso sindicato. Entendemos que é importante avaliar a possibilidade de ter um espaço para a realização de nossas atividades sindicais, tanto as permanentes como as eventuais. Desta forma, é nossa intenção ter uma resposta final a respeito da possibilidade de adquirir uma sede própria para o SINDISIFCE. Após a conclusão da Comissão, convocaremos uma assembleia para divulgar o seu parecer. 

É nossa intenção, ainda, investir em uma Política de captação de novos filiados, com destaque para a divulgação do papel sindical, especialmente junto aos servidores, além de fortalecer ações de arte, cultura e eventos festivos de integração entre os servidores. Propomo-nos ainda a tentar estabelecer parcerias que se revertam em benefícios diretos a nossos filiados (seria interessante apontar quais benefícios), entendendo que essas são também formas de viabilizar concretamente a participação sindical, uma vez que permitem melhores condições para os servidores.

Pretendemos também investir na divulgação do papel sindical em sua relação com a sociedade, pois entendemos que destacar o papel sindical contribui para que as pessoas entendam o quão importante é esse tipo de representação, além de agregar outras forças sociais à nossa luta.

É ainda nosso objetivo definir uma pauta anual de luta junto com a base, tanto pautas nacionais como locais, tais como: campanha salarial, junto ao SINASEFE, para recomposição salarial; luta por melhoria das condições de trabalho nos campi; luta pelo auxílio transporte, campanha de denúncia de assédios morais e sexuais que ocorrem nos campi entre outras. A execução dessa pauta será feita considerando também os diversos calendários  já existentes que contemplam temas relevantes à educação, à saúde, aos direitos humanos, aos direitos dos trabalhadores, às pautas raciais, LGBTQIAP+ e todos os temas transversais que têm impacto sobre a atuação do servidor público da educação e sobre nossa organização social como um todo.

É ainda de nosso primordial interesse fortalecer parcerias e lutas coletivas entre o SINDSIFCE os demais sindicatos: demais seções do IFCE, SINDUECE – SINTUFCe, sindicatos dos servidores da educação dos municípios por exemplo. Entendemos que a luta sindical se fortalece com os apoios entre suas representações e que somos tão mais capazes de resistir quanto mais unidos em nossas frentes coletivas. Dessa forma, tentar estabelecer reuniões periódicas de compartilhamento de pautas e participar ativamente das demandas que atravessem as representações sindicais da educação é um dos objetivos desta chapa.

Nesse mesmo sentido, é nossa proposta a tentativa permanente de diálogo com a comunidade discente quanto aos temas que atingem a todos que compõem a comunidade acadêmica. Compreendemos que a luta por uma educação pública e de qualidade deve ser feita junto às representações estudantis, de forma que possamos somar as forças que compõem o cenário educacional para fortalecer o seu poder transformador.

Você, servidora e servidor do IFCE, está convidado a se unir a essa luta, na compreensão de que o Tempo de Luta é todo dia! Venha com a gente construir um espaço sindical representativo e combativo!

Abaixo, apresentamos a chapa 2023-2025, para diretoria do SINDSIFCE:

Composição da Diretoria do SINDSIFCE

I – Coordenadoria Geral de Formação Política e Relações Sindicais
Valmir Arruda de Sousa Neto – campus Canindé
a)Secretaria de Política Sindical
Rodrigo Santaella – campus Caucaia
b)Secretaria de Política de Pessoal
Aquiles Chaves de Melo – campus Maranguape
c)Secretaria de Organização dos Campi
Cezar Amario Honorato de Souza – campus Boa Viagem
II – Coordenadoria Geral de Administração, Finanças e Patrimônio
Paulo Marconi Linhares Mendonça – campus Limoeiro do Norte
a)Secretaria de Finanças
Cícero Agustinho Costa – campus Tianguá
b)Secretaria de Assuntos Jurídicos
George Frederick Tavares da Silva – campus Canindé
III – Coordenadoria Geral de Comunicação
Raquel Campos Nepomuceno de Oliveira – campus Canindé
a)Secretaria de Imprensa e Divulgação
Lídia Farias Lima – campus Fortaleza
b)Secretaria de Assuntos Educacionais, Culturais e Desportivos
Priscilla Uchoa Martins – campus Sobral

Suplentes
Suplente da Secretaria de Política Sindical
Antonia Karla Bezerra Gomes – campus Crateús
Suplente da Secretaria de Política de Pessoal
Bruna Yhang da Costa Silva – campus Limoeiro do Norte
Suplente Secretaria de Organização dos Campi
Gessyka de Sousa Silva – campus Acaraú
Suplente Secretaria de Finanças
Josicleia Vieira de Abreu do Vale – campus Limoeiro do Norte
Suplente Secretaria de Assuntos Jurídicos
Maria Cleide da Silva Barroso – campus Maracanaú
Suplente Secretaria de Imprensa e Divulgação
Larissa Lima de Albuquerque – campus Tauá
Suplente Secretaria de Assuntos Educacionais, Culturais e Desportivos
Sena Moreira do Nascimento – campus Maracanaú