Capes afirma que não conseguirá pagar mais de 200 mil bolsas

21

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou em nota, nesta terça-feira, que cerca de 200 mil bolsas ficarão sem pagamento devido ao bloqueio generalizado feito pelo governo de Jair Bolsonaro.
A nota comunica, ainda, que a manutenção administrativa da Capes também será prejudicada pela restrição orçamentária e que a medida “asfixia” o órgão.

Como resposta a mais um golpe contra a Educação e a Ciência a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) convoca todas/os pós-graduandas (os), as/os cientistas brasileiras/as, e a sociedade civil, a reivindicarem o pagamento imediato das bolsas de estudos aos estudantes brasileiros, paralisando suas atividades a partir do dia 08 de dezembro de 2022 até o pagamento de todas as bolsas. O SINDSIFCE se solidariza com os bolsistas! Paguem as bolsas!