GREVE 2024] Servidores da Educação Federal realizam Ato em Fortaleza em meio a negociações com o Governo

97
FOTO: ASCOM SINDSIFCE

Na tarde desta terça-feira (11), aproximadamente 200 trabalhadores da educação federal, incluindo servidores docentes e técnicos-administrativos em educação (TAE), reuniram-se em um ato em frente ao prédio da Receita Federal em Fortaleza, onde funciona o escritório regional do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) no Ceará.

O protesto foi organizado pelos Comandos de Greve do Sindicato dos Servidores do IFCE (SINDSIFCE) e do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (SINTUFCE). O objetivo principal foi pressionar o governo para atender às demandas da categoria, coincidindo com a 6ª reunião da Mesa Específica Temporária relativa à carreira dos TAEs, que aconteceu em Brasília.

O ato em frente ao MGI em Fortaleza foi considerado uma demonstração significativa da força e da união dos trabalhadores da educação federal, refletindo o empenho da categoria em alcançar melhores condições de trabalho e reconhecimento de suas demandas.

Principais resultados da Mesa de Negociação com os TAE’s

Após cinco rodadas de negociação, a nova proposta do governo para os técnicos TAEs, apresenta pequeno ganho na progressão da carreira (steps), que aumentarão dos atuais 3,9% para 4,0% em janeiro de 2025 e 4,1% em abril de 2026. O reajuste salarial, foi proposto da seguinte forma: 2024 (0%), 2025 (9,0%) e 2026 (5%). Na reestruturação da carreira, o tempo de progressão diminui de 18 para 12 meses, com aceleração a cada cinco anos. Mudança que permite que se chegue do início ao topo da carreira em 15 anos.

Confira algumas imagens: