Facebook Youtube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Notícias

  17/12/2019 

SINDSIFCE manifesta apoio à luta dos servidores estaduais contra "reforma" de Camilo para a Previdência

O Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará manifesta total apoio à luta dos servidores e das servidoras estaduais contra a proposta de "reforma" (na verdade, deforma) da Previdência, enviada pelo governador Camilo Santana à Assembleia Legislativa, nos mesmos moldes da reforma imposta por Bolsonaro no Governo Federal.

Para a Diretoria Colegiada do SINDSFCE, o enorme prejuízo que a "reforma" traria aos servidores estaduais, com efeitos sobre trabalhadores e trabalhadoras que há anos pagam sua contribuição para terem direito à aposentadoria,  se soma ainda à contradição de a proposta ser apresentada por um governador dito do campo popular e progressista. Um governador formalmente filiado ao mesmo Partido dos Trabalhadores que enfrentou Bolsonaro no segundo turno.

Conforme destaca em texto a socióloga Nericilda Rocha, entre as mudanças mais graves está o aumento da idade para servidores e servidoras do Estado se aposentarem. Os homens irão se aposentar com 65 anos — antes era 60 — e as mulheres com 62 — antes era 55.

A taxação dos aposentados que ganham a partir de R$ 1.140,00 passa a 14% de contribuição para a previdência; aposentados e pensionistas que ganham acima de R$ 5.800 vão pagar R$ 700,00 a mais de previdência por mês

Se aprovado o projeto, será possível ao governador cobrar 13% extras dos segurados, o que significa dobrar sua contribuição previdenciária. Quem se aposentar por doença também vai perder a integralidade e paridade.

O SINDSIFCE parabeniza os servidores estaduais, presentes à Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 17/12, em luta contra a destruição da Previdência estadual cearense. E se soma na defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras, bem como no repúdio à reprodução, pelo Governo do Estado, de políticas do Governo Bolsonaro, também no que diz respeito às "escolas cívico-militares" e à "política de segurança" cuja publicidade faz loas ao uso de armas e cujas ações incluem uso de força de forma indiscriminada, tendo como alvos preferenciais os negros, pobres e moradores da periferia.

O povo cearense votou contra Bolsonaro, senhor governador. Não serão aceitas tentativas de imitar, no Ceará, ações tão negativas contra a população. Toda solidariedade aos servidores e servidoras estaduais do Ceará!

 

Última atualização: 17/12/2019 às 12:37:25
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

FONES  (85)  3223-6370 / 99858-0145 FAX  (85)  3281-0209 sindsifce@hotmail.com
SINDSIFCE - Sindicato dos Servidores do IFCE
Rua Aratuba, Nº01-A, Benfica - Fortaleza - Ceará
CEP 60040-540  /  CNPJ 23.563.257/0001-57
desenvolvimento www.igenio.com.br