Facebook Youtube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Notícias

  08/12/2017 

SINDSIFCE publica nota de pesar pelo falecimento de Francis Vale, cineasta, escritor, compositor e militante contra a ditadura e o governo Temer

O Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (SINDSIFCE) manifesta profundo pesar pelo falecimento de Francis Vale, cineasta, escritor, compositor e militante contra a ditadura e o governo Temer.

Francis Vale sempre fez da arte caminho para buscar a conscientização popular e a transformação social. Militou em partidos e organizações perserguidas durante a ditadura cívico-militar isntalada no Brasil a partir de 1964 e seguiu na resistência nos 21 longos anos do regime de assassinatos, tortura, desaparecimentos e outras arbitrariedades cometidas institucionalmente pelo Estado brasileiro.

Com a redemocratização do País, Francis Vale, encantado pelo Cinema Novo e pelos ideias estéticos e éticos, libertários e provocadores de nomes como Glauber Rocha e Nelson Pereira dos Santos, seguiu trabalhando pelo acesso popular à cultura e à arte e pelo desenvolvimento do audiovisual cearense.

Também pela democratização da comunicação e do acesso popular à produção de autores e cineastas de compromisso com questionamentos sobre a realidade social do Ceará e do Brasil.

Ajudou a criar o festival que originaria o Cine Ceará, criou o Festival de Cinbema de Canoa Quebrada e idealizou e produziu seis edições do Festival de Jericoacoara Cinema Digital, levando filmes para as crianças e a comunidade da pequena vila em geral, em plena baixa temporada, proporcionando a muitos garotos e idosos o primeiro contato com o cinema.

Lançou o disco "Liberado", ao lado do compositor, poeta e artista visual Alano Freitas, e o livro "Cinema Cearense: Algumas Histórias", em que contava sua visão de bastidores da cena audiovisual cearense, com direito a muitas polêmicas e críticas aos que considerava pretensos "donos da cultura" local. Sem papas na língua.

Francis também produziu o Cineclube Avenida, que durante a década de 2010 exibiu semanalmente clássicos do cinema brasileiro e produções independentes, no Shopping Avenida, em projeções seguidas de debates.

Mais recentemente, lançou o documentário "Dom Fragoso", homenagem ao religioso que também personificou a resistência contra a ditadura militar, e "Trem da Alegria - Arte, Ofício e Futebol", filme sobre o mítico time formado pelo então jogador profssional Afonsinho, primeiro atleta do futebol brasileiro a obter na Justiça o passe livre. O filme foi exibido no Cineteatro São Luiz e no Centro Cultural Banco do Nordeste.

Francis seguiu na militância política denunciando as mazelas do governo Temer e seus inúmeros ataques À cultura, à educação, aos direitos sociais do povo brasileiro. O SINDSIFCE presta esta pequena homenagem a este grande lutador. 

 

 

 

Última atualização: 08/12/2017 às 18:55:56
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

FONES  (85)  3223-6370 / 99858-0145 FAX  (85)  3281-0209 sindsifce@hotmail.com
SINDSIFCE - Sindicato dos Servidores do IFCE
Rua Aratuba, Nº01-A, Benfica - Fortaleza - Ceará
CEP 60040-540  /  CNPJ 23.563.257/0001-57
desenvolvimento www.igenio.com.br